18/12/2012

Segredos & Confissões.

                                                
                                                                       24º Capitulo
Este é o penúltimo capitulo da novela,nele todos os segredos serão revelados,mas para você descobrir...continue lendo.
Durante a noite,depois que Any havia dormido,Meury pegou o diário que havia escondido debaixo de seu colchão,e começou a lê-lo.
Leu pelo menos umas 15 folhas até chegar em uma que lhe revelaria algo de grande importância.Estava escrito:
12/03/2006
"Edgar não devei amar Any,e sim a mim.Ela não o ama...mas eu;Eu o amo como ele merece,e nunca o faria sofrer.Mas acho que sei como fazer eles brigarem,e então poderei consola-lo e quem sabe ele percebe que quem merece sua companhia,e amor sou eu?Tem que ser algo que mexa com os sentimentos dele...mas o que?Já sei!Ciumento como é,basta dizer que ela o traiu.Mas tenho que conseguir alguma prova,uma montagem de foto?Bingo!É isso,amanhã colocarei isso em pratica.Espero que ele acredite,e ela não descubra nada."
Meury não pudia acreditar,como Laura podia ser tão fria.Fingir ser amiga de Any,para tentar tomar o namorado dela?E mais,como poderia armar um plano para que eles brigassem?Meury continuou a leitura.
18/03/2006
"Perfeito!Os dois brigaram,e feio.A Any Catrynne foi pra casa da mamãezinha dela,e agora Edgar está sozinho para que eu possa ficar com ele,todinho para mim!Como ele pode ser tão idiota,acreditar naquela montagem barata...melhor para mim!Agora que já tenho o caminho livre,serei paciente para ficar com ele."
Meury começou a ficar com medo do que poderia descobrir pela frente.Já sabia que Laura era falsa,e baixa,além de invejosa e cafona,mas cruel,fingida, dissimulada...estava descobrindo naquele momento.O que mais haveria ali?Bebeu um pouco de água,e tornou a ler.
25/03/2006
"Apesar dela não estar mais aqui,é como se fizesse de tudo para atrapalhar.Edgar só fala na Any,estou cansada disso.Tenho que dar um fim,fazer algo para ele esquece-la de vez.Ou algo que faça ela sumir!"
02/04/2006
"Any voltará de viajem amanhã,e já consegui fazer com que Edgar mesmo quisesse se livra daquela inútil.Amanhã,assim que ela chegar em casa...terá uma surpresa.Se ela souber do amor que sinto por ele,iria mi odiar.E se pelo menos sonhasse que fui eu quem inventei que ela estava com outro,nunca mi perdoaria.Mas e dai?Não preciso dela,e sim dele.Quero mais é que ela...morra!"
03/04/2006
"É hoje,o grande dia!Edgar já foi para casa dela.Ele á espera com uma sede de vingança,nunca tinha visto ele com tanto ódio.Mas isso é bom!Depois que ele acabar com ela,seremos felizes,eternamente!Mas tenho que ir pra lá,e ver tudo de camarote.Se ele não for capaz de destruí-la,mi encarrego disso."
Meury agora entendeu tudo.Laura amava Edgar,e queria que Any morresse para que só assim,Laura e Edgar pudesse ficar juntos.Como ela era capaz disso.Não,Meury teria que ler tudo até o fim,e desvendar de uma vez por todas quem é Laura.Já estava quase amanhecendo,mas Meury tinha que ler,estava cansada,mas isso não era motivo suficiente para parar.Passou mais uma folha,e descobriu algo que mudaria tudo o que sabia sobre a morte de Edgar.
04/04/2006
"Ontem tudo deu errado.Tive que fazer algo que mudará minha vida para sempre.Edgar não foi capaz de matar Any,pelo contrario.O idiota deu a vida dele por ela.Quando cheguei na casa de Any,fiquei escondida por trás de um balcão que fica entre a sala de estar e a sala de jantar.Vi os dois falando alto,e vi quando ele pegou a arma e ia atirar nela,mas Any,como sempre,deu um jeito de faze-lo de besta,aproximou-se e pegou a arma,enquanto eles brigavam,Any ficou de costas para mim.Era a oportunidade que tinha de eu mesma acabar com ela,peguei a arma que tinha levado na bolsa,mirei.E quando ia atirar,Edgar percebeu o que eu ia fazer,jogou Any no sofá,e virou-se para mim...atirei.Coitado,morreu por quem nem o valorizava.O bom é que a burra da Any pensa que foi ela quem atirou nele.Ela veio aqui a noite mi contar,tive vontade de rir,mas mi contive.Agora ela vai ser julgada,e espero que condenada.Pediu para que eu ficasse no lugar dela lá na empresa onde ela trabalha,como estou sem grana e preciso de dinheiro,vou ficar lá até a chata da Any ser condenada!"
Laura!Foi ela quem armou tudo,e mais,foi ela quem matou Edgar e incriminou Any.Meury saiu correndo para mostrar tudo aquilo para Any.Eram quase cinco horas da manhã,Meury entrou no quarto de Any que,como era de se esperar, ainda dormia,pulou na cama dizendo:
-Acorda Any!Você tem que ler isso!
-Ahãã???O que houve?Terremoto?Fim do mundo???Mas não disseram que era dia 21???
-Any não é nada disso!Você não sabe o que descobri sobre a Laura.
-Ai não Meury,não acredito que você mi acordou essa hora...que horas são?
-Cinco!
-As cinco horas da manhã pra falar mal da Laura.Que você não gosta dela,e o que acha dela eu já sei,agora mi deixa dormir.
-Não Any,tudo o que disse sobre Laura não é nem a metade do que ela realmente é.Vamos levante e leia isso aqui.
-O que é isso?
-O diário da Laura.
-Onde você pegou garota?
-Depois ti digo,mas agora leia essas partes que estão marcadas.
Any começou a ler,e não podia acreditar que a mulher que sempre mostrou-se sua melhor amiga,poderia ter coragem para armar, executar,e incriminar Any.Não sabia se chorava,ou se sorria de alivio.Mas sabia que teria de tomar providencias.E assim,fez.
7:00 de quarta-feira no Centro Judiciário.
Any levou seus documentos,e seus papeis de incriminação.Levou também o diário da Laura.Estava acompanhada com um dos melhores advogados de Nova Iorque,agora ganhando bem mais que na época em que tudo aconteceu,podia se defender sem precisar de ajuda.O seu advogada Daniel,ficou responsável por mostrar ao juiz a prova que livraria Any de todo aquele peso.
O juiz,olhou tudo com muita atenção,e marcou uma audiência pro dia seguinte.Disse que entraria em contato com Laura,e que ela seria julgada,pois o diário era uma forte prova contar ela. 
O juiz disse que Laura já havia sido acusada de outros crimes,roubos,violência contra crianças...mas este era o pior deles.Por ter passagem pela polícia,a situação dela já estava bem complicada.Any não parava de descobrir grandes segredos de Laura,tudo o que sabia dela,nada era realmente verdade.Foi trabalhar como se nada tivesse acontecido,apesar de chegar atrasada,não teve que dar satisfações a ninguém.Fez seu trabalho como de costume,e notou que Laura havia recebido uma correspondência e em seguida saído preocupada.
8:00 da manhã de -sexta-feira,o dia das confissões.
A cessão já iria começar,de um lado,Any e seu advogado Daniel.Do outro Laura e o advogado dela.Não haviam testemunhas de defesa,ou de acusação.Tudo seria resolvido ali,entre eles e o juiz.
A cessão começou.
O advogados mostraram seus argumentos,os dois eram bons profissionais.Falavam muito bem,defendiam suas clientes,e se mostravam seguros.Mas quando Daniel,advogado de Any apresentou a prova forte,isto é,o diário de Laura,não havia argumento ou segurança que pudesse desmentir o que havia sido escrito ali.A réu(Laura),sem   querer,criou provas contra ela mesma.E como o juiz já havia examinado,e com o histórico que Laura tinha,estava difícil ainda tentar defende-la.
Depois de duas horas de julgamento,o juiz já tinha um veredito.
-A senhora Laura Wernek Souza ,foi julgada culpada pela morte de Edgar Peter,além de armar,e executar uma tentativa de homicido contra Any Catrynne Stefan.Todas as provas foram feitas por ela mesma,o que faz disso uma confissão,será então condenada a dez anos de cadeia,em regime fechado pela tentativa de homicido,e mais trinta e cinco anos pela morte de Edgar,somando no total de quarenta e cinco anos.
Laura estava condenada,e iria pagar por tudo,ou quase tudo o que havia feito com Any.Mas antes de ser algemada e levada a cadeia onde ficaria,gritou:
-Você pensa que vai ficar assim?Eu não vou ficar lá a vida toda Any,e quando sair...irei atrás de você,de sua irmã.Aposto que foi aquela pirralha que armou contra mim!Você e ela mi paga Any,mi pagam!!!
Any nem deu ouvidos ao que ela dizia,sabia que agora,com nome totalmente limpo,poderia provar para Willian,que ele havia se precipitado,e que ainda restava esperança para os dois.
 Mas será que ele vai acreditar?E será que ele ainda vai querer ficar com ela?
                                                                                               Continua... 



2 comentários:

Hei, people <3 Que tal deixar sua opinião, sugestão ou critica (construtiva, por favor) em nossos comentários para que assim possamos melhorar ainda mais! Lembrando, é claro, que nossos comentários são moderados, isto é, precisa de minha aprovação para que apareça. Por tanto, seja educado e se expresse de forma a não ofender a autora do blog ou a terceiros, caso contrario seu comentário não será postado, okay? Até aceito o "seguindo, segue de volta?" desde que eu goste de seu blog, seguirei sem problemas. Sem mais delongas, fique a vontade e volte sempre.
Abraços da autora;
Babi Sah ♥